Carla Melfe – Plutão e Neptuno: Vivendo as frequências mais altas de Marte e Vénus

Amor é Poder; Poder é Amor: um estudo das dinâmicas entre estes planetas, com exemplos.

Temas do artigo:

  • CARNEIRO-MARTE-CASA 1
  • ESCORPIÃO-PLUTÃO-CASA 8
  • Exemplos 1 e 2: Marte-Plutão
  • TOURO-VÉNUS-CASA 2
  • BALANÇA-VÉNUS-CASA 7
  • PEIXES-NEPTUNO-CASA 12
  • Exemplos 3, 4 e 5: Vénus-Neptuno
  • Unindo a Astrologia Evolutiva e os chakras
  • Como Funciona?
  • Reflexões finais

CARNEIRO-MARTE-CASA 1

Palavras chave:

Separação Guerra Primário Narcissismo
Ansiedade por separação Solitário Entusiasmo Interesse-próprio
Raiva/Fúria Self Iniciativa Guerreiro
Desejos Violência Iniciação Pioneiro
Desejo Natural Instinto sexual Expressão da Vontade Violência Sexual
Identidade Impaciência Super-humano Destruidor
Liberdade Intolerância à fraqueza Zarathustra Paranoia
Independência Instinto Destino especial  

ESCORPIÃO-PLUTÃO-CASA 8

 Compromisso  Recursos part. Metamorfose                  Padre/Sacerdotiza
Medo de armadilhas Falta de recursos Alquimia Egypto
Espiar Poder-falta de poder Tabus Intensidade
Traição Magia-maldições Dissimular Fascínio
Complusões Corrupção de poder Segredos Macabro
Obsessões Manipulação Trevas Psicológico
Medo de vulnerabilidade Perda Violência sexual Violência
Medo de Intimidade Abandono Fobias Mal
Sexo Fusão Paranóia Destruição

 

  • Exemplos 1 e 2: Marte-Plutão

Exemplo 1-MARTE- PLUTÃO
Plutão relaciona-se com a jornada da Alma individual

Mapa 1– Marte em Sagitário casa 8, semiquadratura 45º a Plutão em Escorpião, casa 6: fase crescente

Mapa 2- Marte em Leão, casa 9, semiquadratura 315º a Plutão em Balança, casa 10: fase minguante.

 

Caso de aspectos mutacionais: mudanças de fase

  • Mapa1, um novo estágio, de alto stress, o instinto diz-lhe para romper; mas cá fora a sociedade diz-lhe: STOP. Slow down. Ao contrário do que ela sente, como resultado cria um conflito interno que pode ser convertido numa fonte de criatividade. A medida que se entra na fase crescente, mais coragem e força se ganha para se mostar tal como se é, ou se está tornando.(pico de experiência na fase cheia).
  • Mapa2, esta fase é extremamente irritante, por obrigações externas. Papeis a representar. A pessoa vê, sente, um horizonte distante. Um Horizonte sem obrigações, ou deveres, e sem restrições; de Liberdade, e sente um conflito, frustação, como morrer na praia.

Exemplo 2-Marte- Plutão em sinastria
Marte em Leão em  quadratura a Plutão em Escorpião
Guerra de poder:

 

Mapa 1-interno.  Mapa 2-externo.

 

Plutão representa a Alma, e quando em quadratura à sua oitava infeiror, o aspecto provocará na pessoa com  Marte em Leão um desafio interior, embora não seja óbvio, justificável.

A pessoa Plutão em Escorpião, mapa de dentro, age de forma inconsciente sobre a pessoa Marte, mapa exterior, desafiando o seu sentido de valor (Marte em Leão)

A qudratura é um aspecto entre planetas, quando a  fase é de   2ªquadratura minguante; corresponde a uma crise de consciência.

Ocorre o questionamento na crença do seu valor.

A intenção evolutiva é o desapego, do sistema estabelecido por si mesmo e pela esfera social.

Como propósito maior, é conseguir integrar esta energía sem acção reactiva.

Apesar da Lua do mapa 1 e Sol  do mapa 2 estarem em trígono (compatibilidade natural), esta quadratura Marte-Plutão cria uma tensão enorme na pessoa com Marte em Leão.

Fase Vénus – Marte balsâmica nos mapas 1 e 2

Vénus em Virgem, mapa 1-Potencial para ser realizado; a energía pode mudar de forma; até isso acontecer a Alma necessita de sentir essa falta.

INSATISFAÇÃO;  esse  senso serve de impulso.

Desejo de mais; retorno à fonte.

Neptuno mapa 1 oposição Sol mapa 2: confusão ou expansão?

Neptuno pode ser a onda ou o oceano, depende do nível de consciência  dos individuos.

Plutão e Neptuno destroem a persona; e elevam à Alma.

 

TOURO-VÉNUS-CASA 2

Sobrevivência Auto-suficiência Inaninação Cautela
Fertilidade Segurança Pobreza Literal
Procreação Isolado Desistir Materialista
Preservação Cancelar Supressão de emoções Possessões
Recursos próprios Estagnação Shut down Propriétário
Valores Valores pessoais Acumular Ladrão
Beleza Auto-estima O corpo Carpinteiro
Prostituição Paciência Prazer Pastor

 

BALANÇA-VÉNUS-CASA 7

Palavras chave:

O Outro Escuta Escolhas Verdade danificada
Social Extremos Flirt Intimidade
Objectivo consciente Polaridades Beleza Casanova
Relacionamentos Negação Superficial Mulherengo
Comparação Máscaras Meias verdades Idealista
Necessiadades dos outros Relatividade Sem limites Aparência
Projecção Parentesco Graça social  
Dar prazer aos outros Co-dependência Parceiro  

 

PEIXES-NEPTUNO-CASA 12

Palavras Chave:

Desilução Psíquico Ferido Músico
Vitíma Glamour Astral Sofrido Perda/ erosão
Perseguido Adição Inocente Isolamento
Mártir Escapismo O Louco Confusão
Salvador Esperança Suicídio Sonhador
Ilusões Ajuda Perda de identidade Dissociado
Padre Falta de limites Masoquismo Desacreditado
Alcoolismo Rendição Fantasia Drogas
Místico Subconsciente Naive Culpa (individual)
Medium Transcendente Poeta Culpa (colectiva)

 

  • Exemplos 3, 4 e 5: Vénus-Neptuno

Exemplo 3: Vénus em Gémeos oposta a Neptuno RX em Sagitário
Oposição –  FASE Cheia

 

Necessidade de equilibrio entre Vénus, e Neptuno, a sua oitava superior.

Júpiter em Peixes, casa 4, regente do nodo norte, está em quadratura aos nodos (skypped step); e a Vénus e Neptuno.

Júpiter como ponto de resolução, da integração do nodo norte, mas também de Neptuno. Ambos regentes de Peixes. Peixes -casa12

Uma oposição é uma culminação: oportunidade de largar algo fora de balanço; entender que a oposição vai continuar a manisfestar-se através de ocorrencias externas, pessoas, relacionamentos, até que a  pessoa torne muito claro o que pretende.

O dilema é entre o individuo e a sociedade. O feed -back dos que  tem significado é importante para iniciar o processo de integração do propósito pessoal na esfera social.

O individuo em vez de se sentir a ser puxado por 2 forças distintas, pela oposição, com a  integração, começa a sentir o aspecto como conjunção, uma nova fase.

 

Exemplo 4: Vénus Leão quincûncio Neptuno RX Capricórnio
Fase Divulgadora 180+30=210 (escorpiónica, senso de poder interno)
Vénus-Marte, fase quadratura minguante

Regente da casa 2, Júpiter casa 12 sextil a Vénus

Regente da casa 7, Vénus casa 10 sextil Júpiter em Balança, regido por Vénus

Regente da casa 12; Vénus inconjunta a Neptuno (regido por Saturno em mútua recepção com Urano em Capricórnio)

A inconjunção entre signos, relaciona signos que nao são compativeis. Nem por elemento, nem por polaridade (Yin-Yan) ou ritmo (cardinal, fixo, mutável). Está ligada a crises e à necessidade de ajuste.

É necessária humildade do ponto de vista egóico. Mudar o ponto de gravidade da consciência do lado esquerdo para o lado direito.

Entender que perfeição só acontece a um passo de cada vez, integração primária primeiro pelo ambiente externo e só depois  interna interior.

Passar da forma dedutiva para a lógica indutiva; do empírico para o intuitivo.

 

Exemplo 5: Vénus em Peixes
T-square com Satuno e NEPTuno
Vénus-Marte fase crescente _ septil

 

Vénus oscila entre o medo de ligação saturnino, e a entrega total neptuniana.

Vénus em fase primeira quadratura a Neptuno: é uma fase de desenvolvimento,e mudança de fase (tal como semi/semiquadratura)

Implica sempre alguma resistência  e insegurança, baseada no medo do desconhecido, tal como a natureza, que tem as suas estações (solsticio e equinócios são distantes em 90º)

A espiritualidade pagã sempre reconheceu a sacralidade entre esses 8 pontos ao longo do ano solar (estacões e pontos médios)

 

  • Unindo a astrologia EVOLUTIVA e os chakras.

Os dois sistemas relacionam o mundo externo, macrocosmo, e o mundo interior, ou microcosmo.

Imagem-Sistema de chackas em Astrologia evolutiva

 

O sistema de correspondências mais conhecido é do kyria yoga.

Em sânscrito, chakra =roda. Os centros psico-espirituais ao longo da coluna, estão associados a arquetípicos diferente de consciência.

O Chakra 1, Muladharana, cocyx, elemento terra, é governado por Saturno/Uano/Plutão. Liga o plano material ao princípio de limitação, aspectos construtivos e destrutivos, rege o asobrevivência, mas também a habilidade de resolver coisas mundanas e práticas.

O Chakra 2, Svadisthana, sacro, elemento água, governado por Júpiter/Neptuno. Centro das emoções. Rege estados como escapismo, excesso e dogmatismo, mas também o entusiasmo e devoção religiosa.

O Chakra 3, Manipura, plexo solar, elemento fogo, governado por Marte/Plutão. As emoções dinâmicas e energéticas. Refere-se à raiva, combatividade, e  mais positivamente a força e assertividade.

Chakra 4, Anahata, coração, elemento ar, Vénus. Foco no amor, beleza, sedução, e governa a harmonia nas interações românticas e sociais. Tendência ao hedonismo, à busca do prazer; em equilíbrio, um excepcional senso de estética e até mesmo amor altruísta.

Chakra 5, Vishudda, elemento éter, Mercúrio. O foco psicológico deste chakra está na auto-expressão mental, verbalizar pensamentos Pode  produzir pensamentos caóticos  ou sua expressão construtiva tende ao pensamento espiritual criativo e comunicação refinada.

Chakra 6, Ajna-Sol / Chandra-Lua, “terceiro olho” governam o princípio da consciência pura, activa, visionária e expressiva, a vontade superior. A criatividade, a energia espiritual e a auto-expressão, ou na forma negativa,  egoísmo, obstinação, consciência “seca“, sem compaixão.

Chakra 7, Sahasrara, o “chakra da coroa”, topo da cabeça, Neptuno. Contacto com o divino transpessoal, ao nível da “consciência de Deus”. Está em grande parte inactivo para a maioria dos indivíduos.

  • Como Funciona?

Vénus-chakra do coração. Amor condicional. E as razões desse amor.

Neptuno-chakra da coroa. Amor Incondicional.

 

Imagem: Chama Trina (Pinterest)

 

NN de Neptuno em Leão (a porta do SOL)

Ressônancia entre ambos: manifestação da Fonte que condensa, o sentimento no centro do peito. Vénus é falar da aprendizagem da vida. Ninguem nasce a saber amar. Trazemos a memória. Projectamos desejos pelas pessoas. O caminho de aprendizagem do amor na vida.  Quando percebemos o que não percebemos já é meio caminho. Caminhar na vida tem a ver com aprender a ser a nossa melhor versão. Actualizamos a nossa condição. E tem muito a ver com a entrega incondicional à vida… todos temos a aprender. Uns com os outros. Outros por si. Processo lento. Vénus polariza Marte. É prisioneiro do desejo. Desejando menos. E dando menos. Em vários planos. A Alma regressa à mónada. Para q tudo mude é preciso q algo q não mude. Despejar a ilusão. Para chegar a Neptuno tem q se deixar de desejar. Sem Marte. Serenidade. Integração.

 

Sete tipos de Yogas (união) para sete tipos de alma                                                                                                     

 

RAIZ                           Saturno, Urano, Plutão                    fisico, corpo, asanas (Hatha Yoga)

SACRAL                        Júpiter, Neptuno                       sexualidade; Daemon (Tantra Yoga)

 

PLEXO SOLAR             Marte, Plutão                  guerreiro, lider, liderança (Hatha Yoga, Kundalini Yoga)

CORAÇÃO                   Vénus                                                           devoção (Bhakti Yoga)

GARGANTA                  Mercúrio                         reza, canto, mantra, serviço(Karma Yoga)

TERCEIRO OLHO           Sol, Lua                                   sabedoria, professorer (Jyana Yoga)

COROA                           Neptuno                                                 avatar, guru (Raja Yoga)

 

 

Plutão relaciona-se com a jornada da Alma individual, Neptuno com a Fonte da Criação

Estágios de Samadhi: Oneness com Deus. Savilkalpa samadhi, tem 4. Nirvikalpa samadhi, tem  3.O ponto de gravidade da consciência move-se do ego para  a alma. Ocorre na mudança do 2 para o 3 estágio espiritual. No 5 estágio de samadhi entra-se no 3 nivel espiritual ;  consciência ancorada na Alma.

Savilkalpa samadhi: alma expande-se em espirito, sem perda de identidade. Trance. Interno.

No retorno ao estado normal; depressão, sensação de perda, desorientação.

Nirvikalpa samadhi: a alma e espirito são um só. A alma consegue viver imersa em Deus enquanto imersa em actividades diárias.

” Que seja sabido que a dissociação da associação com a dor é chamada de yoga. Este yoga deve ser seguido com determinação e com uma mente que não se faz indiferente.“ Bhagavadgita cap.6 v.23

 

  • Reflexões Finais

Marte-Plutão – O DESEJO COMO FORÇA EVOLUTIVA

  • O papel castrador da vergonha socialmente aprendida, e da culpa
  • Identificar bloqueiosou sistemas de crenças limitantes
  • Mudança de perspectiva libertadora sobre o que o desejo
  • Transmutar vergonha, medo e dúvida; a aprovação e respeito por si mesmo
  • Aumentar o “nível de presença”
  • Evoluir através do conflito relacional.
  • A generosidade do egoísmo; do apego à escolha.
  • Sou ou não, eu mesmo na relação com os outros.
  • Essa é a questão!

Vénus-Neptuno – A POÇÃO DO AMOR

  • Relacionamentos como caminho espiritual (NN Neptuno em Leão)
  • Soberania Erótica e Relacional, para Relacionamentos Sustentáveis
  • As Profundezas do Amor: Relação Sagrada – exploração tântrica de necessidade & desejos
  • O corredor de espelhos de projeções, ideais, fantasias e expectativas
  • Como ancorar o amor divino no reino humano?

 

“ O amor é confundido com uma emoção;

na verdade, é um estado de consciência,

uma forma de ser no mundo, uma maneira de ver a si mesmo e aos outros.”

– David R. Hawkins

 

Bibliografia:

Pluto I e II-Jeffrey Wolf Green

Evolutionary Astrology- Jeffrey Wolf Green and Deva Green

EA Glossary-Jeffrey Wolf Green and

The School of Evolutionary Astrology

Neptune-Whispers from Eternity – Jeffrey Wolf Green

Neptuno, Um estudo astrológico – Liz Greene

Imagens: Pexels.com

Carla Melfe

Isar Certified Astrologer

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *